Café com Ciência: Moda e Turismo

Na última quarta-feira, 4, aconteceu a 4ª edição do projeto Café com Ciência: roda de conversa Moda e Turismo, idealizado pelo Programa de Pós-graduação de Mestrado Profissional em Turismo (PPMTUR), do Instituto Federal de Sergipe (IFS).

A roda de conversa teve como eixos principais a Moda e o Turismo e os convidados foram Altair Santo, Lucas Lemos e Rafaela Castro, mediado pela professora e coordenadora do PPMTUR, Ilka Bianchini.

Com cerca de 40 inscritos, a Roda de Conversa chamou a atenção de todos pelo fato de que o PPMTUR trouxe um evento inclusivo com a participação híbrida do palestrante e designer de Moda, Altair Santo, com a inclusão digital, pois o mesmo se encontra nesse momento na Áustria, além do intérprete de libras, pois uma ouvinte do curso de Gestão de Turismo é surda.

“O PPMTUR quer inserir as diversas comunidades e, para isso, precisamos ter a sensibilidade de nos adaptarmos às necessidades dos nossos inscritos. Afinal, a moda e o turismo têm uma relação muito amigável e não podemos limitar esse conhecimento e, sim, abrangendo de todas as formas essas temáticas tão relevantes para Sergipe”, destaca a coordenadora do PPMTUR Ilka Bianchini.

Já a mestranda do PPMTUR, Maria Daniela acrescenta que o evento foi de grande valia e enriquecedor. “Afinal, estamos debatendo com profissionais renomados da moda que desenvolvem, em suas peças, o turismo e este evento tem essa visão macro de acolher todas as comunidades”, comenta a aluna que fez parte da organização do evento, Maria Daniéla.

O palestrante e designer de Moda, Altair Santo, cita que são eventos como estes que a moda e o turismo vão fomentando o nosso estado. Ele também confessou, em primeira mão, que vai participar do Brasil Eco Fashion Week. “Quero agradecer o convite e dizer que estou muito feliz em ser reconhecido pelo meu trabalho no segmento do turismo e que posso contribuir com meus conhecimentos nesse evento. Além de contar em primeira mão que eu serei um dos participantes do Brasil Eco Fashion Week, evento de moda internacional que fala sobre sustentabilidade. Tudo a ver com o turismo e com a nossa cultura”, confessa.

A Rafaela Castro ressalta que suas coleções têm o tempero da sergipanidade. “Sempre estou inserindo a renda irlandesa de Divina Pastora nas minhas produções, assim como outros elementos que remetem a curiosidade do consumidor na hora da compra, pois cada peça tem uma história e um lugar para desbravar”, diz.

O arquiteto Lucas Lemos agradece a participação no evento.” Foi maravilhosa essa tarde de troca de experiências. O único pedido que faço é que desenvolva o sentimento do pertencimento e valorizem o artista da terra, pois é por meio dele que tudo gira: da economia ao turismo”, alerta.

WhatsApp Image 2024-04-09 at 10.57
Cícero do Santa Maria cobra realização de exames de ultrassonografias em Aracaju
WhatsApp Image 2024-04-09 at 10.57
“Famílias carentes não conseguem pagar taxa de esgoto da Deso”, afirma vereador Cícero do Santa Maria
G
Ricardo Vasconcelos: a esperança de uma nova história na política aracajuana
Rolar para cima
Rolar para cima