Desvendando o Mercado de Ações para Iniciantes

Investir em ações pode parecer uma jornada intimidante para muitas pessoas, especialmente para aquelas que estão dando os primeiros passos no mundo dos investimentos. No entanto, compreender os fundamentos do mercado de ações pode ser um grande passo para uma base sólida na construção patrimonial a longo prazo.

Hoje, vamos explorar o que são ações, como funciona o mercado acionário e oferecer algumas dicas para os iniciantes que desejam embarcar nessa jornada.

– O que são Ações:

As ações representam uma parcela do capital social de uma empresa. Ao adquirir ações de uma empresa, o investidor se torna um dos proprietários da companhia (sócio minoritário), compartilhando assim seus lucros e riscos.

Essas ações são negociadas em bolsas de valores, empresas constituídas sob a forma de sociedades anônimas de capital aberto, onde os investidores compram e vendem os “papeis” entre si.

– Como Funciona o Mercado de Ações:

O mercado de ações é um ambiente onde são negociadas as ações das empresas. Ele é composto por compradores e vendedores que se reúnem para negociar os papeis.

As negociações ocorrem de forma eletrônica, bastando acesso a uma instituição, como a corretora, que faz a intermediação entre você e a B3, através de sistemas de negociação das bolsas de valores.

– Tipos de Ações:

Existem diversos tipos de ações, cada uma com características específicas. Algumas das principais categorias incluem:

  • Ações Ordinárias (ON): conferem direito a voto nas assembleias da empresa, sendo a principal dos acionistas majoritários, ou controladores.

No Brasil, são negociadas com ticket final 3. Ex.: SANB3, ITUB3, PETR3.

  • Ações Preferenciais (PN): oferecem preferência no recebimento de dividendos, mas geralmente não conferem direito a voto. São negociadas com ticket final 4. Ex.: SANB4, ITUB4, PETR4.
  • Ações Units (UN):  são um tipo de ativo negociado no mercado financeiro que agrupa duas ou mais ações de uma empresa. Elas também são conhecidas como depósito de ações.  

As Units podem ser compostas por ações ordinárias (ON), ações preferenciais (PN) e bônus de subscrição. São negociadas com ticket final 11. Ex.: SANB11, SAPR11, TAEE11.

– Principais Formas de Remuneração das Ações:

  1. Dividendos:

Os dividendos são uma distribuição dos lucros da empresa aos acionistas. Eles são pagos periodicamente, geralmente trimestralmente ou anualmente, e representam uma parcela dos ganhos da empresa.

  • Juros Sobre Capital Próprio:

Os JSCP são uma forma alternativa de remuneração aos acionistas, onde a empresa paga juros sobre o capital próprio investido.

Eles são contabilizados como despesa financeira para a empresa e como receita para o acionista, sendo tributados na fonte, diferente dos dividendos que são isentos no Brasil.

  • Bonificação:

As bonificações são uma forma de remuneração em que a empresa emite novas ações para os acionistas existentes, sem a necessidade de pagamento adicional.

As bonificações aumentam o número de ações em circulação, mas não alteram a participação acionária dos investidores. No entanto, elas diluem o valor das ações, reduzindo o preço por ação.

  • Direito de Subscrição:

O direito de subscrição é concedido aos acionistas quando a empresa emite novas ações. Isso permite que os acionistas comprem um número específico de novas ações a um preço determinado antes que elas sejam oferecidas ao público em geral.

O direito de subscrição permite aos acionistas manterem sua participação proporcional na empresa.

– Dicas para Investidores Iniciantes:

  • Invista tempo em aprender sobre o mercado de ações, conceitos básicos de investimento e análise fundamentalista e técnica.
  • Não coloque todos os ovos na mesma cesta. Diversificar seus investimentos em diferentes empresas e setores pode ajudar a reduzir o risco da sua carteira.
  • Tenha uma visão de longo prazo ao investir em ações. O mercado de ações pode ser volátil no curto prazo, mas historicamente tem proporcionado retornos sólidos no longo prazo.
  • Analise os fundamentos da empresa, como balanços financeiros, lucros, dívidas e perspectivas de crescimento, antes de investir.
  • Esteja sempre atento às notícias e eventos que possam impactar as empresas e o mercado como um todo. Manter-se informado é fundamental para tomar decisões de investimento bem fundamentadas.

Investir em ações pode ser uma excelente maneira de fazer seu dinheiro trabalhar para você e construir um bom patrimônio ao longo do tempo.

Embora o mercado de ações possa parecer complexo à primeira vista, com o tempo e a educação adequada, você pode se tornar um investidor bem-sucedido.

Lembre-se de sempre investir de acordo com seus objetivos, tolerância ao risco e horizonte de investimento. Com paciência, disciplina e conhecimento, você pode alcançar seus objetivos financeiros através do mercado de ações.

 Se você quiser aprender a escolher suas ações, e analisar empresas com base nos seus fundamentos, conheça o Mapa da Renda Variável.

Um guia prático e eficaz para analisar ações e fundos imobiliários de forma assertiva, economizando tempo e dinheiro, e aprenderá a montar sua estrutura de segurança financeira para otimizar os ganhos do seu patrimônio e evitar prejuízos.

Bruno Aragão.

[email protected]

No Instagram: @bruno.aragaos

CMA _
Nota de Esclarecimento - CMA
WhatsApp Image 2024-05-19 at 11.20
Projeto de Cícero do Santa Maria homenageia São Tomás More
Dra
Dermatologista explica causas de urticária em crianças
Rolar para cima
Rolar para cima