Governo ultrapassa quatro mil poços com unidade de alta produção em Canindé

No último mês de outubro, o Governo do Estado, por meio da Companhia de Desenvolvimento de Recursos Hídricos e Irrigação de Sergipe (Cohidro), conquistou a marca de 4 mil poços perfurados. O feito aconteceu na comunidade Pedra de Amolar, em Canindé de São Francisco, no Alto Sertão Sergipano e vai atender as demandas de abastecimento doméstico e da atividade de pecuária leiteira na comunidade rural.

O que chama atenção não é só o fato de ser o poço de número quatro mil – da empresa vinculada à Secretaria de Estado da Agricultura, do Desenvolvimento Agrário e da Pesca (Seagri) – mas o novo poço apresentou vazão (5.462 l/h) e qualidade da água considerada boa, quando no solo do semiárido o mais comum é o poço ser salino e produzir pouca água.

Para o secretário de Estado da Agricultura, Zeca da Silva, a perfuração de poços artesianos é uma das obras mais importantes que um governo pode realizar para o homem do sertão. “Uma obra vital para a dessedentação animal e o uso doméstico da água e ainda mais gratificante conseguir um resultado como esse, com água de qualidade e em abundância”, comemorou ao destacar que outros dois poços serão abertos nas comunidades de Cana Brava e Antônio Conselheiro, em Canindé de São Francisco.

“Para nós foi uma grata satisfação poder comemorar de forma dobrada a marca dos 4 mil poços, desse jeito: oferecendo para uma comunidade, que realmente necessita de água, no Alto Sertão, água de qualidade e em um poço que produz uma quantidade/ hora que permite abastecer um novo sistema que vamos construir”, anunciou a diretora de Infraestrutura Hídrica da Cohidro, Elayne de Araújo. Para ela, este número é um marco que se soma às comemorações dos 40 anos da empresa, que ocorrerão em abril do próximo ano. “Agradeço ao governador Belivaldo Chagas e ao secretário (da Agricultura) Zeca da Silva, pela oportunidade de contribuir com este trabalho tão importante que a Cohidro desenvolve nos interiores do nosso Sergipe”, afirmou.

Presidente da Cohidro, que também já ocupou a função de diretor da área de perfuração, Paulo Sobral comemora o feito da empresa, dando o crédito aos funcionários do corpo técnico. “Isso é resultado do empenho dos nossos funcionários, que passam, quase sempre, toda uma semana útil longe de suas famílias, no interior, para o serviço de perfuração. Um trabalho contínuo, onde máquinas e homens fazem longas jornadas para concluir um poço que, algumas vezes, não gera um resultado tão positivo quanto este, em Pedra de Amolar”.

Quem perfurou o poço 4.000 foi a Perfuratriz PF12 da Cohidro, uma roto-pneumática operada pelos funcionários Geraldo Miranda, Antônio Benedito e Moises dos Santos e que aos 28 metros de profundidade alcançou água. “Nos sentimos alegres, porque está servindo ali aquela comunidade que estava necessitada de água, e foi uma água doce, dificilmente encontrada naquele sertão de Canindé. onde às vezes dá água, mas geralmente é salgada”, avaliou o sondador Geraldo Miranda.

A vazão de 5.462 litros por hora, atingida pelo poço, foi constatada na etapa de limpeza e teste de vazão, feita pelo sondador Valcimar Tavares. “Só Deus para poder recompensar um trabalho desse, porque foi muito gratificante. A Cohidro está de parabéns por esse trabalho. O pessoal ficou muito agradecido. É muito importante esse serviço de poços para o pessoal do sertão. Foi um sentimento de muita alegria, por ter um poço com uma vazão dessa e com água de qualidade no sertão”, afirmou.

O pequeno pecuarista Sebastião Bezerra, do povoado Pedra de Amolar, distante 30 quilômetros da sede do município de Canindé e onde cerca de 20 famílias serão beneficiadas com o novo poço, presenciou o processo de bombeamento feito pela Cohidro e não escondeu a alegria de ver a água molhando o chão seco do Seminário. “Nossa alegria maior é porque a água é uma das coisas mais importantes para nós, que vivemos do gado de leite. Vai ajudar muito na criação dos animais e também nos serviços de casa”, disse. O produtor explicou que produz cerca de 600 litros de leite por semana e que com a abertura do poço vai diminuir o custo de produção, economizando R$ 800 por mês, quando parar de comprar carradas de água durante o verão”, comemorou o produtor rural.

Fonte: Assessoria de imprensa

Foto: Vieira Neto

WhatsApp Image 2024-07-11 at 10.09
Banda Nata do Samba vai se apresentar em Aracaju nesta sexta-feira (12)
IMG_20240702_004334_115
Abrahão Crispim será homenageado na festa dos 90 anos do SEEB/SE
andersonramos_presidenteaci
Presidente da ACI/SE denuncia problemas na emissão do ITBI na Barra dos Coqueiros
Rolar para cima
Rolar para cima