Programa Senac Gratuidade forma mais de 27 mil alunos em Sergipe

Mais de 27 mil pessoas foram capacitadas para o mercado de trabalho em Sergipe nos últimos nove anos, por meio do Programa Senac Gratuidade (PSG). Muitos hoje contam suas histórias, de trabalho e empreendedorismo, após ter feito um curso ofertado pelo programa. São relatos que inspiram jovens e adultos a buscarem qualificação.

Prestes a assumir a função de líder dos garçons do Restaurante Senac Bistrô Cacique Chá, Rawelle Pilar Melo dos Santos fez um PSG de garçom no ano de 2012, no bairro Bugio, zona norte de Aracaju.

“Tive um bom desempenho no curso e fui indicada para participar da Olimpíada do Conhecimento. Entre os alunos selecionados em Sergipe, fiquei em 1º lugar e na etapa nacional, em 7º. Quando o Cacique abriu as portas, me chamaram para trabalhar de garçom e agora vou ser promovida a líder da equipe do restaurante”.

Hoje instrutora do curso de informática no Senac em Aracaju, Mikaela de Andrade Lima Villaça, foi aluna do PSG em 2015, quando fez o curso de recepcionista em serviços de saúde. Na sequência, por incentivo de um instrutor, fez o curso técnico de nível médio de manutenção e suporte em informática, no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Sergipe – IFS.

“Este ano, quando abriu o processo seletivo na área de informática, resolvi fazer a inscrição e fui aprovada. Estou bastante feliz por fazer parte do corpo de instrutores do Senac”, celebra a egressa do PSG.

Ainda quando residia em Propriá, o jovem Luiz Mário resolveu fazer um curso de recepcionista, oferecido pelo Programa Senac de Gratuidade.

“Depois fiz outros cursos do Senac, e sempre tive interesse em aprender e ter um bom desempenho. Hoje moro em Aracaju, trabalho como auxiliar administrativo, que foi uma área que me atraiu. Sou grato ao Senac pelo conteúdo de qualidade que oferece aos alunos”.

PSG

Criado pela entidade nacional, o objetivo do programa é atingir pessoas com renda familiar mensal per capita de até dois salários-mínimos. O PSG foi firmado em 22 de julho de 2008 entre o Ministério da Educação, o Ministério do Trabalho, o Ministério da Fazenda, a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo – CNC e o Senac, e ratificado pelo Decreto nº 6.633, de 5 de novembro de 2008.

Desde 2014, o Senac investe parte da sua renda líquida no programa. No Estado, de 2014 até setembro deste ano, 54.024 pessoas efetuaram a matrícula no PSG para o preenchimento das 27.501 vagas ofertadas.

“Esses alunos receberam formação profissional e foram aprovados através do PSG, em cursos ofertados em oito áreas diferentes”, informa Marileide Martins, gerente do Núcleo de Promoção Social e Relação com Egressos, complementando que podem se inscrever alunos matriculados em algum curso do Senac, egressos, trabalhadores empregados ou desempregados.

São cursos nas áreas de Ambiente e Saúde, Desenvolvimento Educacional e Social, Gestão e Negócios, Informação e Comunicação, Infraestrutura, Produção Alimentícia, Produção Cultural e Design, e Segurança.

“Os treinamentos são ofertados nas sete unidades do Senac de Sergipe, inclusive através da Unidade Móvel”, explica Marileide Martins.

Por unidades

Dos 27.501 alunos formados por meio do Programa Senac de Gratuidade em Sergipe, 46% deles foram na unidade de Aracaju, 18% na Unidade Móvel, 16% em Lagarto, 9% em Itabaiana, 4% em Nossa Senhora da Glória e o mesmo percentual em Propriá, e 2% em Tobias Barreto e outros 2% no Centro de Gastronomia.

WhatsApp Image 2024-07-11 at 10.09
Banda Nata do Samba vai se apresentar em Aracaju nesta sexta-feira (12)
IMG_20240702_004334_115
Abrahão Crispim será homenageado na festa dos 90 anos do SEEB/SE
andersonramos_presidenteaci
Presidente da ACI/SE denuncia problemas na emissão do ITBI na Barra dos Coqueiros
Rolar para cima
Rolar para cima