Shopping Jardins celebra o Dia da Sergipanidade com exposição de arte em mídia digital

Inspirados pelas riquezas naturais e culturais do Estado, os artistas sergipanos utilizam técnicas e matérias-primas diversas e criam obras com linguagem contemporânea que rompem as barreiras do regionalismo e conquistam apreciadores em diversos cantos do mundo. Para homenagear essa pluralidade, o Shopping Jardins celebra o Dia da Sergipanidade brindando o público com uma preciosa amostra das artes produzidas no Estado. Até o dia 30 de outubro, o megabanner instalado na Praça de Alimentação Arcos e os totens distribuídos no mall apresentam telas e esculturas de Edinaldo Nogueira, quadros de Carlos Kal, Albertina Mendes e Fábio Sampaio, fotografias de Gilton Rosas e a arte em couro de Lucas Lemos.

“Muitos de nós, sergipanos, não conhecemos o que é produzido em nosso Estado. No campo das artes, nós temos inúmeros talentos e o objetivo da nossa exposição é homenagear e agradecer os nossos artistas e compartilhar com os sergipanos e os visitantes que chegam ao Shopping Jardins, um pouco das preciosidades que temos em Sergipe”, destaca Acácia Sandes, gerente de marketing do Shopping Jardins.

Os artistas 

Filhos da cidade de Laranjeiras, Albertina Mendes, Carlos Kal e Nogueira retratam em suas obras as paisagens, arquitetura histórica e manifestações folclóricas da terra natal. Cada um com traços, cores e formas bem particulares, os artistas já apresentaram suas artes em diversos Estados brasileiros e na Europa, em países como França e Itália.

Há mais de 30 anos, o pintor, desenhista e produtor cultural, Fábio Sampaio, escolheu Aracaju para viver e desenvolver a sua arte de cores, formas e traços únicos. O modernismo é, talvez, a sua principal referência e o seu estilo é múltiplo, passeando pelo minimalismo e o expressionismo. Não por acaso, a sua arte, essencialmente contemporânea, tem conquistado o mundo.

O arquiteto Gilton Rosas descobriu o seu apreço pela fotografia em 2014, durante o curso de graduação, e de lá para cá, aperfeiçoou sua técnica. Desde 2018, o aracajuano dedica-se à fotografia para decoração de ambientes, em padrão Fine Art, e já teve sua arte exposta até em Viena, na Áustria.

Lucas Lemos é um desses multitalentos que vão além das artes plásticas. O artista plástico e arquiteto em formação produz calçados, acessórios e esculturas em couro que arrebatam o coração. Na última temporada de moda, suas criações calçaram os modelos da grife baiana Meninos Rei no São Paulo Fashion Week e em Milão.

A sua arte em couro é fruto da curiosidade e inquietação que o impulsionam nesta busca por possibilidades de valorização da nossa cultura através dessa matéria-prima multifacetada, resistente e transcendental, cuja materialidade sempre esteve presente na história do Estado, principalmente no fortalecimento da economia sergipana.

Em anexo, seguem imagens de obras dos artistas homenageados.Fotos: Divulgação

WhatsApp Image 2024-04-09 at 10.57
Cícero do Santa Maria cobra realização de exames de ultrassonografias em Aracaju
WhatsApp Image 2024-04-09 at 10.57
“Famílias carentes não conseguem pagar taxa de esgoto da Deso”, afirma vereador Cícero do Santa Maria
G
Ricardo Vasconcelos: a esperança de uma nova história na política aracajuana
Rolar para cima
Rolar para cima